Post

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) avança no combate aos crimes de racismo, ódio, intolerância, preconceito e discriminação. Por meio do Núcleo de Enfrentamento aos Crimes de Racismo e de Intolerância (NECRIM), o MPSC vem se reunindo com lideranças estaduais quilombolas, da Escola Olodum Sul, do Conselho Estadual das Populações Afrodescendentes (CEPA), de comissões de igualdade racial e LGBTQIA+ e de etnias indígenas de Santa Catarina, com foco no desenvolvimento de projetos comuns de enfrentamento ao racismo no estado.

O Promotor de Justiça Jadel da Silva Júnior, integrante do NECRIM e titular da 40ª Promotoria de Justiça da Capital, explica que a ideia é ampliar a atuação do núcleo de enfrentamento aos crimes de racismo à população mais vulnerável da sociedade, como forma de ampliar os serviços e equipamentos públicos para esse grupo. "Esses encontros e parcerias com movimentos e lideranças que historicamente resistem e lutam contra a desigualdade racial em nosso estado fazem parte de uma etapa importante de materialização da política institucional implementada pelo Ministério Público de enfrentamento ao racismo e à intolerância", complementa.

Post

Em visita à Escola Olodum Sul, localizada no terminal desativado do Jardim Atlântico, em Florianópolis, integrantes do NECRIM conheceram a realidade da comunidade. O projeto atende 110 crianças e adolescentes de 6 a 16 anos com baixa renda e em situação de vulnerabilidade social e econômica, residentes dos bairros do Monte Cristo, Vila São João, Coloninha, Sapé, Chico Mendes, Capoeiras e Jardim Atlântico.

Durante o encontro, o MPSC recebeu um ofício solicitando apoio na realização de uma audiência na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC). O objetivo é conseguir auxílio do Estado para manutenção dos projetos sociais desenvolvidos pela instituição, que presta atendimento há mais de 35 anos no contraturno escolar.

O Promotor de Justiça Jadel da Silva Júnior proferirá a palestra de abertura do 5° Fórum de Violência Urbana da Procasa, sediado na Escola Olodum Sul, na sexta-feira (23/6), às 20 horas, com o tema "Constituição Federal - avanços e retrocessos na atualidade".