Post

A exposição "Zumblick - O Pintor da história catarinense" inaugura, nesta sexta-feira (7/12), o "Espaço Arte Catarinense" do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). O local, situado no hall de entrada da nova sede administrativa da Instituição, servirá como um ponto de valorização do patrimônio cultural do Estado, expondo trabalhos de artistas catarinenses que referenciam a história e cultura catarinenses.

A mostra foi inaugurada com o descerramento do autorretrato do artista pintado em 1970. O quadro, que leva o nome do pintor, abre a exposição e oportuniza a Willy, em memória, a "zelar" pelas obras durante toda a mostra. "A família se sente muito honrada com esse gesto, justamente por se dar no ano em que celebramos 105 anos de vida do artista, que dedicou sua vida a pintar Santa Catarina. Nada mais justo que nós possamos oportunizar às pessoas que participam do Ministério Público a poder observar esse trabalho relevante para Santa Catarina", comentou o filho Raimundo Zumblick.

Nascido no município de Tubarão, Willy Alfredo Zumblick é um artista plástico que retratou ao longo de toda sua trajetória a história de Santa Catarina. Por esse motivo, foi o escolhido para inaugurar o espaço que valorizará a história e a cultura do Estado.

Post

A exposição contará com 22 telas que fazem parte do acervo do museu que leva o nome do artista e é administrado pela Prefeitura de Tubarão. Em novembro, o MPSC assinou um termo de comodato (empréstimo) com a família e o município para uso dessas telas por, pelo menos, oito meses.

O Procurador-Geral de Justiça, Sandro José Neis, inaugurou o espaço afirmando que "seus 75 anos de carreira artística deixam um legado sem igual. A história de Santa Catarina passa pelos seus pincéis e está eternizada em suas telas e esculturas, que, de acordo com pesquisadores especializados, podem superar a volumosa marca de 3000 obras. O mais admirável é que a maior escola de Willy foi a observação. Autodidata, retratava as cenas encantadoras do nosso Estado com enorme riqueza de detalhes".

Governo do Estado

O Governador do Estado disponibilizou ao MPSC mais uma tela de Willy Zumblick, além das que constam na exposição. Ela pertence ao governo estadual e, pintada em 1952, levou o nome de "Transportando os lanchões de Garibaldi".

Post

O Estado e o MPSC assinaram durante a solenidade um termo de cessão de uso de mais esta tela, que retrata uma importante passagem histórica catarinense e irá receber destaque junto as demais obras da série Anita Garibaldi.

Eduardo Pinho Moreira fez um discurso ressaltando a importância do artista para a história catarinense. "É um dia para reconhecer a importância desse artista catarinense. Este quadro estava no Gabinete do Governador, na Casa d'Agronômica, e o Dr. Sandro Neis me procurou para tratar da importância de mostrá-lo para o povo catarinense e para todos aqueles que circularem por esse prédio. Isso para que entendam um pouco mais da história de quando Giuseppe Garibaldi transportava a sua nau fora do mar para poder chegar até Laguna e não ser surpreendido por tropas imperiais que o aguardavam. Willy é certamente um dos maiores artistas do nosso Estado e por esse motivo merece todas as nossas palmas e os nossos agradecimentos", disse.

O Prefeito de Tubarão, Joares Carlos Ponticelli, também compareceu à inauguração e destacou como Zumblick foi fundamental para a história do município. "Todos nós que somos tubaronenses, de nascimento ou de adoção, estamos felizes. Primeiro pela sensibilidade que o Ministério Público demonstra pela cultura catarinense; e segundo por escolher para inaugurar essa galeria o Willy Zumblick como patrono desse processo. Willy Zumblick escreveu na tela melhor que ninguém a nossa história. Obrigada por essa deferência", afirmou.