O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



O Procurador-Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin, informou ao Governador do Estado, Carlos Moisés, que recursos do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL) podem ser repassados para a área da saúde adquirir equipamentos respiratórios e para a segurança pública comprar luvas, máscaras e álcool em gel para assegurar a proteção dos Policiais Militares durante as ocorrências.

O repasse de cerca de 8 milhões de reais poderá ocorrer mediante a apresentação de projetos para o Conselho Gestor do FRBL, presidido pela Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos do MPSC. O Subprocurador-Geral de Justiça, Fábio de Souza Trajano, já começou as tratativas para efetuar a liberação dos recursos. 

Na tarde desta quarta-feira (18/3), Trajano conversou com o Secretário Estadual da Saúde e com os técnicos da Segurança Pública acerca do protocolo a ser seguido para o repasse do dinheiro. Para agilizar a aprovação dos projetos e consequentemente a liberação dos recursos, o Conselho Gestor do FRBL deve se reunir extraordinariamente nos próximos dias. 

Os recursos do fundo são provenientes de condenações, multas e acordos judiciais e extrajudiciais em face de danos causados à coletividade em áreas como meio ambiente, consumidor e patrimônio histórico e financia projetos que atendem a interesses da sociedade.