O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



O Conselho Superior do Ministério Público de Santa Catarina (CSMP) definiu em sessão, na tarde desta quinta-feira (22/4), a lista sêxtupla de candidatos ao cargo de Desembargador destinado ao Ministério Público.

A lista será formada pelos seguintes membros: Procurador Justiça Sandro José Neis, Procurador de Justiça Genivaldo da Silva, Procurador de Justiça Rui Arno Richter, Procuradora de Justiça Monika Pabst, Procurador de Justiça Leonardo Felipe Cavalcanti Lucchese e o Procurador de Justiça Carlos Henrique Fernandes.

A lista será enviada ao Tribunal de Justiça que selecionará três candidatos, dentre os quais o Chefe do Poder Executivo estadual fará a escolha do desembargador.

A vaga faz parte do quinto constitucional e foi aberta ao MPSC após o pedido de exoneração do Desembargador Ronei Danielli.

QUINTO CONSTITUCIONAL

Conforme o artigo 94 da Constituição Federal, "um quinto dos lugares dos Tribunais Regionais Federais, dos Tribunais dos Estados, e do Distrito Federal e Territórios será composto de membros, do Ministério Público, com mais de dez anos de carreira, e de advogados de notório saber jurídico e de reputação ilibada, com mais de dez anos de efetiva atividade profissional, indicados em lista sêxtupla pelos órgãos de representação das respectivas classes".