Post

Com uma linguagem simples e acessível, o MPCatarina possibilita que o acesso aos serviços oferecidos pelo MPSC à população seja ainda mais democrático, principalmente diante do cenário de isolamento social em decorrência da pandemia de Covid-19. Com o aplicativo, é possível encontrar a Promotoria de Justiça mais próxima da sua casa, fazer denúncias, contatar a Ouvidoria do MPSC, consultar processos, acessar as notícias do portal da Instituição, entre outras funcionalidades.

"Com esse aplicativo, o Ministério Público de Santa Catarina está contribuindo para que o cidadão exerça o protagonismo da sua cidadania. A pandemia acelerou a transformação digital e trouxe urgência a uma série de medidas para todas as instituições e para a sociedade. Em um curto intervalo de tempo, aquilo que era distante hoje é realidade. Estamos utilizando a tecnologia a serviço do cidadão", afirmou o Procurador-Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin.  

O aplicativo estará disponível para download nos sistemas Android e IOs. 

Como baixar o aplicativo?

1. Vá até a loja de aplicativos de seu smartphone, digite na barra de pesquisa "MPCatarina" e clique na primeira opção. 

2.Em seguida, clique em "Instalar" e aguarde o download e instalação. 

3. Pronto! Agora você já pode acessar os serviços do MPSC pelo seu celular.

O aplicativo para dispositivos móveis foi idealizado e desenvolvido pela Coordenadoria de Tecnologia de Informação (COTEC), pela Gerência de Ciência de Dados (GECD), que faz parte da Coordenadoria de Planejamento (COPLAN), e pela Coordenadoria de Comunicação Social (COMSO).

Para o Coordenador do Núcleo de Inovação do MPSC, o Promotor de Justiça Guilherme Zattar, "uma vocação a projetos inovadores" foi o diferencial do MPSC que possibilitou que  diversos serviços digitais já estivessem disponíveis para serem organizados e oferecidos quando o projeto do aplicativo saísse do papel.

Ana Carolina Guasti, assessora em comunicação responsável pela área de criação da Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC, explica que a identidade visual do aplicativo foi pensada em uniformidade com o design da ferramenta chatbot Catarina, para ser moderno, intuitivo e fácil de usar. A Catarina, aliás,  irá auxiliar os cidadãos a navegar pelo aplicativo MPCatarina.

"Desenvolvemos o aplicativo MP Catarina com a intenção de ser uma ferramenta multiplataforma (Android e iOS) que disponibiliza as informações para o cidadão de forma prática e acessível. Com o apoio da COTEC foi implementado a integração com o chatbot do portal, a Catarina. A tecnologia utilizada usa a mesma linguagem base de programação de outras ferramentas já utilizadas na instituição, como o Portal Institucional e a Intranet", relata Daniel Amado Garcia Júnior, programador de computador, lotado na Gerência de Ciência de Dados em colaboração com o Núcleo de Inovação.  

"Com o lançamento do MPCatarina o Ministério Público do Estado, além de ofertar aos cidadãos um novo canal de interação e acesso aos seus serviços, se alinha a mais uma diretriz tecnológica e se insere definitivamente nesse espaço fundamental na área de inovação que é o nicho dos aplicativos móveis", aponta Joamir Rogério Campos, assessor em inovação, também lotado na Gerência de Ciência de Dados em colaboração com o Núcleo de Inovação. 

Transformação digital no MPSC

No começo deste mês, o MPSC instituiu a sua Política de Inovação. Assinado pelo Procurador-Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin, o documento define as diretrizes que passam a orientar todos os setores e áreas da instituição e seus integrantes para a promoção da cultura e das experiências inovadoras, além de instaurar um modelo de inovação horizontal e vertical que deverá permear o Ministério Público catarinense.

Em janeiro deste ano, o MPSC lançou o movimento iMPulso - Fazer diferente para fazer melhor. O objetivo deste movimento é disseminar a cultura da inovação dentro do MPSC, experimentando novas práticas de trabalho e criando ferramentas que aproximem ainda mais o cidadão da Instituição. A inserção de processos inovadores no setor público pode resultar em maior produtividade, eficiência e economia.

Com a pandemia, diversos projetos foram antecipados e outros criados. Em julho, a instituição lançou o chatbot Catarina, a assistente virtual do MPSC. O chatbot auxilia o cidadão a encontrar a informação que busca de maneira mais rápida e eficiente, por meio da navegação guiada dentro do portal do MPSC. Na Intranet, Catarina faz o agendamento de salas de videoconferência para membros e servidores. 

Para auxiliar o cidadão, foram lançados também painéis com dados atualizados constantemente, com indicadores relacionados à Covid-19 e Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). O painel ILPIs apresenta a quantidade de idosos e trabalhadores com confirmação de covid-19, óbitos e demais informações. No painel Covid-19, constam os procedimentos instaurados pelo MPSC para contenção da pandemia. E no painel Repasses, é possível acompanhar em tempo real o total de recursos destinados ao combate da pandemia causada pelo coronavírus. 

Internamente, a instituição realizou a migração integral de compromissos, contatos e mensagens armazenadas nas caixas de correio individuais e setoriais do GroupWise para seu novo serviço de correio eletrônico, o Outlook WEB. Agora, membros e servidores podem acessar seus e-mails de qualquer lugar, seja computador ou smartphone, assim como utilizar as ferramentas oferecidas pelo pacote Office 365, do qual o Outlook faz parte.