O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.




O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) adverte para uma fraude que vem sendo praticada em municípios catarinenses por criminosos que estão se identificando como Promotores de Justiça para solicitar dinheiro a familiares de pessoas detidas em flagrante delito, para fins de pagamento da respectiva fiança.  

Essa é uma prática ilegal, reafirmando-se que, em hipótese alguma, o Ministério Público ou qualquer um de seus membros ou servidores solicita a familiares, amigos ou alguma pessoa próxima de alguém que esteja detido qualquer quantia ou valor em dinheiro, ou em outra forma de pagamento, para fins de pagamento de fiança.  

Caso você seja contatado por alguém, procure imediatamente as Polícias Civil ou Militar de sua cidade para se inteirar sobre os detalhes dessa possível detenção e proceda ao registro do caso para fins de instauração de investigação e identificação dos possíveis autores desse golpe.