O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



Post

Em cerimônia realizada nesta sexta-feira (10/12), o Promotor de Justiça Paulo Antonio Locatelli tomou posse como integrante do Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). O novo Procurador de Justiça ocupou a vaga de Paulo Antonio Günther, que se aposentou em novembro, após cinco décadas de serviço no Ministério Público de Santa Catarina.  

A sessão solene foi realizada no Auditório do MPSC em Florianópolis e pôde ser acompanhada presencialmente e por videoconferência, pelo aplicativo Teams e pelo canal da instituição no YouTube. 

Locatelli ingressou no MPSC em 1994. Começou como Promotor de Justiça Substituto na circunscrição de Concórdia, e atuou como titular nas Comarcas de Tangará, São Lourenço do Oeste, Xanxerê, Chapecó, Itajaí e Florianópolis. Foi coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, Centro de Apoio Consumidor e do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do MPSC.  

Na Capital, foi o primeiro Promotor de Justiça da Promotoria especializada de Júri e, antes da promoção à Procurador de Justiça, atuava como Promotor de Justiça na área ambiental. Locatelli também é diretor da Escola do Ministério Público de Santa Catarina. 

A solenidade 

Post

O secretário do Colégio de Procuradores de Justiça, Procurador de Justiça André Fernandes Indalencio, fez a leitura do termo de posse e a tomada do compromisso de Locatelli.   

Em seguida, o Procurador de Justiça Davi do Espírito Santo deu as boas-vindas ao novo Procurador de Justiça. "A ascensão do Promotor de Justiça Paulo Antônio Locatelli ao derradeiro estágio de sua carreira ministerial representa tanto o reconhecimento público de sua bem-sucedida trajetória institucional - como defensor dos interesses sociais tutelados pelo Ministério Público - quanto a certeza de que, ainda com maior vigor, seguirá, nessa virtuosa missão", considerou o Procurador de Justiça.   

Post

Ao discursar, Locatelli destacou a missão do Ministério Público catarinense. "O Ministério Público transmite e exige disciplina, responsabilidade, perseverança e dedicação. Aqui se aprende que assiduidade, compromisso, conhecimento e persistência com o tempo, superam e destroem as mais poderosas forças contrárias. Aqui se aprende que agir com honestidade, solidariedade, generosidade, coragem, confiabilidade, diplomacia, força e humildade, permite a cada um conquistar seu espaço com sabedoria por onde passa e cumprir com sua missão constitucional", disse o empossado. 

Para o novo Procurador de Justiça, não há recompensa maior do que observar que o fruto do trabalho desenvolvido em cada comarca, em cada cidade, fica gravado no semblante das pessoas, fica visível pelas ruas. "Fica exposto e registrado não só em sistemas de informação e bancos de dados, mas surge nítido nas imagens de satélite", finalizou Locatelli, de destacada atuação na área ambiental.