O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



Post

Com o intuito de reforçar o papel fiscalizador do Ministério Público no processo eleitoral, foi lançada nesta segunda-feira, dia 1º, a campanha "Ministério Público nas eleições 2022". Desenvolvida pelo MP de Mato Grosso do Sul (MPMS), com adesão do Conselho Nacional do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG) e do Ministério Público Federal (MPF), as peças publicitárias estão sendo veiculadas nas mídias digitais e redes sociais das unidades do MP brasileiro, federal e estaduais.  

As peças reforçam o papel fiscalizador dos Ministérios Públicos na votação e apuração do pleito, bem como o de recebimento de denúncias e reclamações durante o processo eleitoral. A campanha também será veiculada em emissoras de rádio e televisão que têm convênios com os MPs. 

O Procurador-Geral de Justiça do MPSC, Fernando da Silva Comin, destaca o papel fiscalizador do Ministério Público no pleito. "As eleições fazem parte do processo democrático e compete ao Ministério Público, conforme as atribuições constitucionais que lhe foram conferidas, a missão de zelar, em conjunto com as demais instituições que integram o Sistema de Justiça. Por isso, apoiamos toda forma de tornar a fiscalização das eleições o mais segura e transparente possível", afirma. 

Iniciativa do MPMS, a campanha foi aprovada durante a última reunião do CNPG ocorrida em Manaus, após ser apresentada pelo Procurador-Geral de Justiça do Mato Grosso do Sul, Alexandre Magno, que preside o Grupo Nacional de Coordenadores Eleitorais do Conselho. Na ocasião, os procuradores-gerais debateram a atuação do Ministério Público brasileiro nas eleições de 2022.